sexta-feira, 1 de julho de 2011

Estigmas da Luz - Resenha

Resenha - Estigmas da Luz
Autora: Liana Cupini
Editor Responsável: Uziel de Jesus
Revisão: Flaviana Tavares
Capa: Marcelo Hanickel e Melissa Roncete
Above Publicações
Primeira edição, Novembro - 2010

Certa vez eu voltei à escola onde cursei o colegial, e fiz minhas primeiras aulas de teatro sem qualquer pretensão, para estagiar com meu professor de Arte e ele me recebeu com um grande sorriso e a frase: "Mas que grata surpresa!". E porque eu inicio a resenha de "Estigmas da Luz" com essa passagem tão particular? Pois essa foi a primeira frase que veio em minha mente há alguns minutos quando acabei de ler esse lindo livro da aquariana - tinha que ser aquariana não é mesmo? rss - Liana Cupini. E também porque um livro tão gostoso de ler não poderia ser mencionado de modo que não fosse pessoal.
Agora explico porque ler essa narração foi "Uma grata surpresa!"
O livro que conta a vida de Aurora - e de seu irmão Tomas - da descoberta de seu dom e a possibilidade de uma vida tranqüila até a busca em entender seu papel no mundo não tem muitos segredos na diagramação, as linhas são espaçadas o que faz com que a história passe muito rápido de página em página. As folhas são brancas, mas não são aquelas finas que você vê o outro lado (uffa! Ponto para a editora).
A capa é bonita mostrando um grande céu entre um olho e a lua, mas não me disse muita coisa. Na verdade tanto o título quanto a capa me lembrou livros de astrologia. Depois li as orelhas e a sinopse atrás do livro que deu pistas sobre o tipo de aventura que eu encontraria: gêmeos, dom, clínica medica, uma ilha perdida no nada e nomes de coadjuvantes pouco comuns. Porém, depois das primeiras páginas do livro eu descobri que nenhuma dessas pistas foram capazes de realmente falar sobre o que é esta primeira obra da "Série Luz e Escuridão".
E para conhecer um pouco mais direto da fonte acesse o blog "Livros Luz e Escuridao" (para você não cair em blogs sobre a série dos livros Crepúsculo que tem o mesmo nome).
As surpresas dessa história não acabam: os personagens nos ficam íntimos por suas atitudes, poucas vezes ela os descreve fisicamente, a não ser quando necessário e sempre de maneira sutil.
Outros encantos são as influências culturais e os locais em que ela nos leva. Só no Brasil passamos por uma pousada na praia do nordeste e por uma tribo indígena no alto do Xingu. Fora do Brasil viajamos por uma ilha ao sul da Oceania, Toronto, Peru, Nova Iorque, Paris e acho que lembrei todos os lugares.
O enredo é repleto de suspense, lendas das mais variadas, mistério e muita humanidade. Não há batalhas ou grandes perseguições, mas nem por isso deixa de haver aventura.
Os personagens são o grande forte da história, eles revelam e guardam segredos, e levam por terra a idéia de "bem e mal", não há heróis e vilões, apenas pontos de vistas e interesses diferentes. Outra coisa muito boa é que os personagens aprendem e evoluem o que aumenta a veracidade da criação de Liana.
A única baixa do livro esta por conta da revisão.
Liana Cupini tem uma linguagem simples, tranqüila e leve. Não há metáforas e nem adornos, mas a revisão deixou passar palavras repetidas no mesmo parágrafo várias vezes e, algumas vezes, deixou que frases diferentes que querem dizer a mesma coisa aparecessem uma em seguida da outra. Outra coisa a se ter cuidado é que foi utilizado itálico nas falas grandes que utilizam mais de um parágrafo, mas às vezes esse itálico aparece repentinamente e some e volta também dentro da mesma fala o que dificulta um pouquinho à leitura.
A verdade é que "Estigmas da Luz" é um livro incrivelmente prazeroso, do tipo que pode melhorar seu dia e se fiz questão de falar desses erros é que a autora promete a continuação e não pode se prejudicar por coisas simples de resolver.
Criatividade não faltou e recomendo para quem gosta de uma boa história. Um livro com fantasia e ficção, mas que pode agradar até os leitores que preferem passagens mais palpáveis e criveis.
Liana traz um pedaço lindo do mundo na busca de contar um pouquinho sobre o universo.

Para encerrar, acaba de sair a nova capa do livro, e para quem já tem o seu é só enviar um email pra autora (informações no blog). Parabéns à Liana e ao design Renato Klisman, ficou linda.




2 comentários:

  1. Tinha que ser aquariana... rs... Se vc puder, leia o ATMT (gratuito como eBook) e vc vai ver q eu tbm acredito mto que os signos nos dizem mto de uma pessoa... rs...

    Bjao e mto obrigada pela resenha. Adorei!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Liana, fico feliz que tenha gostado. (Feliz mesmo!)
    Haha, é que aquarianos vêem longe ;)
    Vou ler sim, pode deixar.

    Bju!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...