segunda-feira, 11 de julho de 2011

Rabiscos


As letras nem sempre são suficientes
Os sonhos querem ganhar ares
de rabiscos leves fugidos;

A dor, porém aprisiona a liberdade
tão necessária à repetição extensa que não há
nos rabiscos leves fugidos;

Inspiro na dor extrema do real a cicatrizar
Espiro em brincadeiras flutuantes e tênues
com meus rabiscos leves fugidos;

É este novo ar, delicado, simplório e louco
da gentil e cruel necessidade de criar
os rabiscos leves fugidos.


Já faz um tempo que não posto por aqui algum desenho, e já que a necessidade do registro me veio, optei por voltar a esse hábito. Esses dois desenhos são meus primeiro registros plásticos autobiográficos feitos de modo consciente, pois devem existir outros do passado que registram fatores mais temperamentais.
Fazer isso propositalmente veio depois de assistir o filme "Frida", que registra a caótica vida dessa brilhante artista. Não, nem sonho em chegar aos pés dela e "minha arte", se assim posso chamar, caminha por outras vertentes muito distintas e distantes, sem falar no material, claro.
Por isso que é inspiração e nao plágio.

Por enquanto são por traços leves e rápidos, devido a intenção da "obra" e a necessidade física.
Sem muito que falar. É isso que esta ai.

Material:
- caneta ponta fina esferográfica preta;
- lápis de cor aquarelável ;
- papel canson.

A Fada





 Nuvens



3 comentários:

  1. Poxa, eu lembro que estudei Frida em História da Arte, e achei tão interessante e profunda a arte dela e os motivos que acabei até curtindo mais a disciplina. E agora sabendo o porquê de justamente ela ter lhe servido de inspiração, e os traços mais leves e menos sombrios... Fiquei admirada. Primeiro porque não sabia que você desenhava (se eu sabia, não lembrava), e porque não apenas desenha, mas desenha bem.

    Muito bom, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Ô minha linda, usando tuas dores como inspiração, ficou poetico, o primeiro então, esta uma graça, com as linhas da costura forjando asas, lindo e criativo! Continue assim, bjão!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Amei tb! Ficou, mais que poético! Sério.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...