Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

O Castelo Montessales

Imagem
Um castelo, um fantasma, uma família.
Autora: Susy Ramone Capa: Adriano Siqueira Ilustrações miolo: Rochett Tavares Revisão: Georgette Silen Diagramação: D.E.S. Prefácio: Alfer Medeiros Editora Literata



O livro, tanto por sua sinopse da quarta capa, quanto no blog em questão, se apresenta como uma história libidinosa, cruel, soturna e mais, ele lhe prepara para o choque de um grande tabu em nossa sociedade que são os relacionamentos sexuais entre familiares, mais precisamente entre pais e filhos, ou entre irmãos. Diante essa propaganda, certo calafrio, incomodo e muita curiosidade (e receio) surgem no estomago feito um sopro gelado, uma chama fria que inquieta antes da leitura. Abre-se o livro, e um pouco mais do terreno do castelo é situado através do prefácio de Alfer Medeiros, onde “um aquário com mais peixes do que seria aconselhável”, - seguindo as palavras dele – é nos oferecido com alguns flashes da vida destes personagens trancafiados por uma redoma sobrenatural e misteriosa,…

VII Demônios Vol. 1 Inveja-Leviathan

Imagem
O veneno da sanidade. A doença antiga.

Ilustração de Capa: Pieter Brueghel Ilustrações internas: Gustave Doré, Lileya e Diana DK  Capa e diagramação: M. D. Amado  Revisão: Celly Borges  Editor responsável: M. D. Amado  Editora Estronho  Vários autores


Rafael Montes:“As Irmãs, Valia, Velma e Vonda”  Donde brota a inveja? Ela deseja aquele que tem, ou aquilo que pertence ao outro. Até onde vai o querer ser outro? Rafael Montes, trás no seu conto, que abre a antologia, personagens que se descobrem a medida que também nos são reveladas e os sentimentos crescem, seguindo por um caminho confuso, difícil de entender, assim como o tal sentimento obscuro. E chega então a crueldade para fazer valer o sofrimento. Aqui, essas três irmãs tem para si um final inacreditável, escritas por linhas tortas, mentirosas e maculadas com sangue. 
Richard Diegues:“O Ferro é Palha, o Bronze Pau Podre”  Aqui, o autor nos brinda outra vez com seu, já costumeiro, texto peculiarmente bem escrito e lapidado. Pensado …