Postagens

Vaquinha e Conto Inédito

Imagem
RIFA ENCERRADA
QUERO AGRADECER A TODOS QUE ME AJUDARAM, DIVULGARAM E CONTRIBUÍRAM COM MINHA VAQUINHA.
As passagens foram compradas e domingo de manhã, embarco para Porto Alegre! \o/
E dia 22/08 — quinta-feira — nos vemos na live para o sorteio no meu instagram @artesdecarolinamancini


Muito obrigada!

*************************************************************************

Olá pessoal.

Sou uma das finalistas do PRÊMIO ODISSEIA DE LITERATURA FANTÁSTICA – 2019, com meu livro de terror, Nihil, lançado em 2018 pela Editora Estronho.

Como eu não esperava de modo algum estar entre os finalistas, não me programei para isso e por conta das despesas da vida (peças do computador que tive que trocar e a pós-graduação), resolvi fazer uma rifa para arrecadar uma ajuda para a passagem de avião, que de Sampa até Porto Alegre, onde vai acontecer a premiação, sai por 900 reais, mais ou menos, contando a ida e a volta.

A rifa ainda vai valer um kit de livros. Nele temos um Nihil, um exemplar do Era Uma…

Uma cômoda (e não só uma caixinha) de surpresas

Imagem
Ser deficiente física é uma caixinha de surpresas. Melhor dizendo, é uma cômoda, cheia de gavetas com surpresas esperadas, que você sabe que, mais dia, menos dia, serão abertas e irão pular até você, lhe agarrando, mudando seus planos, levando-o a repensar cada passo da sua vida.
Já vi discussões de todo tipo, sobre pessoas que veem em nós, pessoas com deficiência, inspirações de superação e garra para suas lutas, e para mim, tudo bem com isso. Não que eu, ou algum de nós, seja melhor, só que aceito bem esse estigma, no lugar do antigo (e ainda bem usado, infelizmente) que nos coloca no grau de maior tragédia, com frases como: “olha só, como eu (pessoa sem deficiência) estou bem, já pensou se eu tivesse aquela doença ali, igual da Carol.” Sim. Existiu. Existe. É terrível, mas hoje já não me abala. Cansei bastante também de ver/ler, inúmeras vezes, sermos representados como catarse do outro, um expurgo falso para quem tem um corpo totalmente funcional e saudável. Somos usados em filme…

Para uma Casa Fantástica

Imagem
Coração faminto, ativo que dói de alegria, pois não se basta e que bom! Há mil perguntas para responder. DE ONDE VIEMOS? PARA ONDE VAMOS? E nesse abrir de asas nos escutamos na certeza da confluência de pertencer a uma causa ou Casa, a um coletivo que vibra, e a um meio que fortalece.
INDEPENDENTES!  LIMITES E POSSIBILIDADES encaramos nessa jornada e assim, de ânimos refeitos e refrescados por trabalhos e conversas – diversas e empoderadas – esse sopro de vida transita, de cá para lá, de um para o outro, ao pé do ouvido.
PARA ALÉM DA MURALHA, OS SEGREDOS se desanuviam, na urgência de um caminho que é sonho e trabalho que se ascende (muito trabalho!) e transcende. Claro, há DISTOPIAS alarmantes, mas que no encontro improvável dessa HISTÓRIA ALTERNATIVA que escrevemos, nos achamos. Nos achamos nessa peripécia FANTÁSTICA À BRASILEIRA, de risada, leveza e abraços, bem cheia.
Há quem diga que sentir assim, é fantasia. E deve mesmo ser. A mais bela. A nossa!
Pois bem. E que o canto res…