Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

EXTRANEUS VOL. 2 – Quase Inocentes

Imagem
Perto de Extraneus Vol. 1 – Medieval e Sci-Fi (o livro responsável por me fazer apreciar ficção cientifica) não achei inicialmente a temática tão estranha ou inovadora, mas ao Estronho e a tantos nomes de peso dentro da antologia é sempre bom dar crédito. E este por sua vez, foi muito bem recompensando.
     A capa que lembra desenho de lousa (quadro negro) é realmente uma graça – sem falar no bóton, mas isso é outra historia. O livro tem as divisões dos contos em papel preto com um capricho especial. E as folhas são mais amarelinhas e grossas, de boa textura.
     Ao ler o prefácio de Martha Argel me perguntei: “Então será que por aqui tem novidade mesmo?” Pois é. Tem.
     A primeira história “Dentinho” da grande Georgette Silen, tem a dose exata de tensão e suspense, e de dissimulação e frieza da personagem principal.Uma garota anjinho que abre muito bem a antologia.
     O segundo conto “Criança Noturna” trás outro titan da literatura fantástica. Giulia Moon nos da uma histór…

Viagem na Leitura - Infantil, o caminho da abstração.

Imagem
O motivo da inspiração/exercício eu não posso dizer ainda, mas talvez tenhamos novidades...

Por enquanto:
Processo de abstração e desconstrução.

Durante a faculdade aprendi em aulas de história da arte sobre como a arte (plástica no caso) caminhou para a desconstrução, para a abstração de suas formas, onde o intuito da expressividade é o seu motor e não a representação exata do mundo como víamos anteriormente onde pintores exímios e de muito estudo e técnica eram contratados para pintar a família real, ou uma ou outra personalidade de bens que pudesse pagar pelo seu retrato.
Com o passar do tempo e não havendo mais a mesma necessidade para esses retratos devido a fotografia os pintores mudaram sua forma de trabalhar e seus motivos.
A fotografia não só libertou o artista de sua função reprodutora como mostrou novas formas de ver o mundo. O expressionismo e o impressionismo são isso.
Por outro lado, (e posteriormente) movimentos como o dadaísmo e o surrealismo puderam ir além, sua expr…