Postagens

Mostrando postagens de 2018

Uma cômoda (e não só uma caixinha) de surpresas

Imagem
Ser deficiente física é uma caixinha de surpresas. Melhor dizendo, é uma cômoda, cheia de gavetas com surpresas esperadas, que você sabe que, mais dia, menos dia, serão abertas e irão pular até você, lhe agarrando, mudando seus planos, levando-o a repensar cada passo da sua vida.
Já vi discussões de todo tipo, sobre pessoas que veem em nós, pessoas com deficiência, inspirações de superação e garra para suas lutas, e para mim, tudo bem com isso. Não que eu, ou algum de nós, seja melhor, só que aceito bem esse estigma, no lugar do antigo (e ainda bem usado, infelizmente) que nos coloca no grau de maior tragédia, com frases como: “olha só, como eu (pessoa sem deficiência) estou bem, já pensou se eu tivesse aquela doença ali, igual da Carol.” Sim. Existiu. Existe. É terrível, mas hoje já não me abala. Cansei bastante também de ver/ler, inúmeras vezes, sermos representados como catarse do outro, um expurgo falso para quem tem um corpo totalmente funcional e saudável. Somos usados em filme…

Para uma Casa Fantástica

Imagem
Coração faminto, ativo que dói de alegria, pois não se basta e que bom! Há mil perguntas para responder. DE ONDE VIEMOS? PARA ONDE VAMOS? E nesse abrir de asas nos escutamos na certeza da confluência de pertencer a uma causa ou Casa, a um coletivo que vibra, e a um meio que fortalece.
INDEPENDENTES!  LIMITES E POSSIBILIDADES encaramos nessa jornada e assim, de ânimos refeitos e refrescados por trabalhos e conversas – diversas e empoderadas – esse sopro de vida transita, de cá para lá, de um para o outro, ao pé do ouvido.
PARA ALÉM DA MURALHA, OS SEGREDOS se desanuviam, na urgência de um caminho que é sonho e trabalho que se ascende (muito trabalho!) e transcende. Claro, há DISTOPIAS alarmantes, mas que no encontro improvável dessa HISTÓRIA ALTERNATIVA que escrevemos, nos achamos. Nos achamos nessa peripécia FANTÁSTICA À BRASILEIRA, de risada, leveza e abraços, bem cheia.
Há quem diga que sentir assim, é fantasia. E deve mesmo ser. A mais bela. A nossa!
Pois bem. E que o canto res…

Sorteios Nihil - Resultado

Imagem
Olá habitantes da névoa.
Tudo bom?
Ontem eu soltei a lista de todos que participaram da Pré-venda e das Primeiras Impressões, e hoje, no meu Instagram @artesdecarolinamancini, fiz os sorteios dos brindes.



E segue aqui também o resultado.
Agora é hora de colocar a mão na massa para fazer as artes e cartinhas especiais!

Caso vocês queiram conferir diretamente do site do Sorteador, seguem os links:

Primeira Impressões
Pré-venda



E um beijão a todos os amigos-leitores que estiveram comigo em mais essa etapa da jornada! =*



Pré sorteios Nihil?

Imagem
Olá Pessoal.
Hoje, 01 de junho, trago para vocês duas listas muito importantes.


A primeira é de todos que adquiriram o Nihil na pré-venda (uma salva de palmas para essas pessoas tão lindas haha), e a segunda, dos blogs parceiros que realizaram as Primeiras Impressões (vamos aclamar essa galera maravilhosa!) E por qual motivo? Só porquê amanhã, eu trarei o resultado dos sorteios de nossos brindes. Então, fiquem de olho! E meu MUITO OBRIGADA por todo esse apoio.

Pré-venda Nihil  Lua AndradeMeg MendesCláudia CássiaRenata MaggessiCamila MarcolaLinda NunesGiane PaulinoNaurinha SousaHinaian CamposDaniela BarbosaAngie StanleyCeciliaMaria AlvesMárcia MotaIlca StelmokasLilianMaria HelenaCris CalitMarcelinaMichelly FranciniSusy RamoneFernanda ChazanDilson RufinoIris SantiagoAna MarciaEdna VieiraKelly MidoriLuciana PaulinoAndrea Souza


Lista de Primeiras Impressões
Caderno da Lua – Lua AndradeMaluca como o Chapeleiro – Meg MendesLeio sim, e daí? – Cláudia CássiaCultura Pocket - JussaraCamila Villalb…

Nihil - Primeiras Impressões.

Imagem
Essa postagem terá acréscimos nos próximos dias.*
Olá arteiras e arteiros, hoje quero divulgar para vocês a listagem dos blogs mais que parceiros, (verdadeiros anjos literários) que fizeram suas Primeira Impressões sobre o Nihil.
Todos foram escolhidos com muito amor por euzinha, por serem parceiros já, ou por eu também admirar muitão o trabalho deles. E foi igualmente emocionante receber cada notificação da leitura dessas pessoas maravilhosas.
Sem mais delongas coloco aqui o meu agradecimento e desejos de que possamos sempre crescer mais e mais, pois não é sempre que encontramos amigos (sim, posso dizer que são meus amigos) tão motivados, envolvidos com a literatura e apoio ao nosso trabalho.
Vocês são estrelas que guiam nosso navegar, nem sempre exato, mas sempre preciso, de contar histórias.



Kelly Midori é uma booktober super fofa que apoia muito a literatura nacional. Quando nos conhecemos pessoalmente percebi o quanto querida e empolgada com seu trabalho ela é, e não é a toa que u…

Nihil em pré-venda

Imagem
Olá arteiras e arteiros, hoje venho anunciar que finalmente Nihil está em PRÉ-VENDA!!!!
Eeeeee \o/
O livro saí por R$36,00 (trinta e seis reais) e FRETE GRÁTIS para todo o Brasil, com Dedicatória + Marcador + Marcador Metalizado (exclusivo da pré-venda). E você ainda concorre a muitos brindes.



BRINDES QUE SERÃO SORTEADOS ENTRE OS COMPRADORES DA PRÉ-VENDA de 14 de abril até 20 de maio
Três kits contendo: Chaveiro + Cartinha escrita por mim com muitos agradecimentos.Dois kits contendo: Chaveiro + Cartinha escrita por mim + Uma ilustração fofa pra encantar a vida (pois o Livro é de terror, mas o amor nunca acaba!)Um kit contendo: Chaveiro + Carta escrita por mim + Uma ilustração fofa pra encantar a vida e Uma Caneca Nihil.



Para garantir o seu livro acesse nossa lojinha

LEMBRANDO
como se trata de uma pré-venda os livros
serão enviados após o dia 20 de maio ;)





Ainda em tempo, moradores da névoa e neblina que estejam apaixonados pela caneca, temos um Kit muito especial.

Por apenas R$59,00* (cinque…

Duas batidas de insurgência.

Imagem
Duas batidas na porta. ES-PA-ÇA-DAS.
O incomodo por ter sido tão devagar e pela falta de continuação. Quem dá duas batidas na porta? O comum é cinco. Contara. A maioria dá cinco batidas rápidas. Assim: TocTocTocTocToc. Outras, as pessoas mais tranquilas e educadas, batem quatro vezes, com leves intervalos, cada um de meia duração do “toc”. Mas assim? Duas espaçadas? Era impossível ignorar o incomodo. Teria gritado dali “Cadê a terceira batida que esse ritmo pede? ”. Teria gritado, se a força da voz não fosse ainda menor que das pernas.


Ergueu-se do lastimável estado quase inanimado do sofá. Dentro do peito a raiva pela repetição inadequada daquela batida. Infeliz. Fizera de propósito ou ser um impropério era seu normal? Levou a mão velha e rígida até o porta chaves e tremulamente chacoalhou as tantas entre os dedos até localizar a que mais lhe era válida agora. Enfiou com pouquíssima destreza na fechadura, e ali, girou duas vezes, antes de levar a mesma mão enrugada até a maçaneta. À…

Uma arte que representa

Imagem
A melhor coisa que você pode fazer por uma pessoa é inspirá-la Bob Dylan





Dois fatos distintos que aparentemente estão totalmente desligados, sem conexão alguma se apresentam. Mas, o mundo, que é um só, tem frequentemente discutido coisas parecidas, e não seria diferente no Brasil e com o tema que quase me tirou do eixo, a “tal” diversidade, muitas vezes vista com bons olhos só para falar que a gente é bonzinho, que aceita as diferenças, que não somos preconceituosos e nem conservadores...
(Usem as reticências aí de cima para respirar, pois não vai ser fácil)
Enquanto isso abre aspas

Certa vez, um professor da faculdade nos fez levantas inúmeras possibilidades para explicar o valor da arte (se é que precisa de um valor), para o que ela serve e se tem algo especial, inerente a ela.
Bem, talvez, a gente que é artista, não goste de dizer que a Arte sirva para algo, por acreditar que isso a diminuiria, mas eu não sou dessas (sou aquariana, rebelde e subversiva, e se tem algo que eu não gosto …

Crônicas de Quinta (e algumas poesias)

Imagem
Sei que não faz jus ao nome, trazer hoje essa inauguração, visto que não é quinta. No entanto, me parece um dia propício para revelar a nova trilha por onde também seguirá esse blog (talvez outra raiz, ou galho alto que almeja o céu, sendo que erguer-se, ou se afundar, é o ato contínuo que por si só, é suficiente).
Aqui, no Crônicas de Quinta, temos um espaço para dividir pensamentos, poemas e sonhos, feito aqueles ventos repentinos que balançam as vestes, as plantas e nossas bases.
Sem mais, um texto-poema de quando eu publicava no projeto do Rober Pinheiro, o Quotidianos.

Vicissitude




Quando o café, posto na xícara, aguardava para ser saboreado deixando seu perfume no ar, Manoela ainda não tinha certeza. Quando a janela do quinto andar deixou entrar o ar e vestígios da poluição, assim como os primeiros raios de sol, ela ainda não havia resolvido. A cama parcialmente desarrumada pelo amontoado de vestidos de tons solenes, profundos, enviesados na melancolia, era o sinônimo de sua busca dolor…

Nihil - De volta ao terror

Imagem
É com imenso prazer que volto aqui para comunicar (ou registrar) que meu segundo livro está finalmente se tornando real. E não há alegria maior que essa, pois ele é fruto de muito trabalho e de um apoio imenso de muitas pessoas que são extremamente especiais (e essenciais)

Sinopse:

"Enclausurado por muito tempo, o ser humano definha. Do lado de fora, uma espessa neblina dominou países inteiros. Ela mata quem se arrisca a desbravá-la, espalha vísceras, sangue e entrega os gritos a um estranho lugar sem cheiros, sons, luz ou escuridão. Do lado de dentro os sobreviventes enfrentam sua subsistência. Não há água encanada, ondas de rádio ou energia elétrica. Falta comida e os sentimentos são confusos e intensos.
Não há sol ou chuva para se observar. Não há divisão entre dia ou noite. Os relógios estão parados e qualquer esperança já se fragmentou, mesmo que alguns ainda esperem por algo que já nem sabem se existe ou mesmo se tem um nome."

Link para o adicionar à sua estante no Skoob

Nihi…